São Luís Guanella um Santo da Caridade

 

São Luís Guanella nos assegura que sua intenção fundamental na edificação de sua obra religiosa foi a Caridade.  Desde os primórdios de sua vida ele teve uma preocupação e uma predileção pelos mais pobres e esquecidos da sociedade.

Seu vínculo com a Caridade o fez estar presente nos lugares onde as pessoas sofriam: crianças órfãs abandonadas, crianças e adolescentes com deficiências física e mental, idosos pobres e abandonados e imigrantes.

A sua obra de Caridade se espalhou por diversos continentes com a fundação de diversas obras Guanellianas, obras concretas e ousadas, pautadas no amor providente e misericordioso de Deus Pai para com os pobres, doentes, marginalizados, ou seja com todas as pessoas sofredoras.

Mas sua preocupação com os mais necessitados não se restringia apenas ao material, mas também ao espiritual, “Pão e Senhor”. Esse binômio, segundo São Luís Guanella , não admite divisão, ambos expressam a bondade misericordiosa de Deus.

Sua vida foi fundamentada na caridade e na crença inabalável da Providência de Deus, que o levavam a dizer: “É Deus quem faz”, nos somos instrumentos. Sua profunda espiritualidade possibilitava-lhe acompanhar a trajetória de Deus, sempre em sintonia com ele. Eis o porquê de tantas iniciativas aflorarem por meio de suas mãos.

São Luís Guanella é cognominado “homem da Providência e da Caridade”, essa foi sua herança. Transcorrido o tempo, graças ao seu testemunho, as obras guanellianas recebem continuo impulso para seguir os seus passos e o seu exemplo de caridade e trabalho.

    “ O que importa”, repete ainda hoje o fundador, “é fazer o bem; fazê-lo apenas se puder e como puder: o ótimo é inimigo do bem”.

                                                                                                    São Luís Guanella